Arquivo | novembro, 2013

SITUAÇÕES INCONVENIENTES NO ESCRITÓRIO E COMO CONTORNÁ-LAS

28 nov

situacoes-inconvenientes-escritorio-como-contornar-noticiasO ambiente de trabalho é um dos lugares em que você passa boa parte da sua semana. Entretanto, isso não quer dizer que você pode agir da forma que quiser – é necessário ter atitudes profissionais e éticas. E se nem todos os seus colegas agirem desse jeito? Confira 3 tipos de situações estranhas no escritório e como contornar elas da melhor forma:

1 – O seu chefe flerta com você

Você mudou de departamento, começou em uma nova empresa, trocou de supervisor – independentemente da situação, o seu novo superior começa a flertar com você. Ele encosta demais em você, puxa assunto o tempo todo e até chega a atrapalhar o seu trabalho. Antes de qualquer coisa, você precisa descobrir se esse é o jeito dele, ou ele realmente está “dando em cima” de você. Se a segunda opção for a verdadeira, é essencial que você contorne essa situação o mais rápido possível. Primeiro, tente demonstrar de forma sutil que você não gosta de muita proximidade. Caso continue, tenha uma conversa franca, mas delicada, sobre as atitudes que ele tem tomado. Se nada funcionar, peça para mudar de departamento ou fale com o RH da sua empresa.

 

2 – Romance no escritório

Depois de um tempo flertando com um colega de trabalho, finalmente um dos dois teve coragem de se aproximar. Começa com um almoço e pode evoluir para algo mais sério. Porém, nesse mesmo tempo, as fofocas no escritório começam. Como lidar com isso? Se a companhia em que você trabalha não apresenta problemas em relacionamentos no ambiente de trabalho, a sua única preocupação é não permitir que o namoro influencie no seu serviço. Agora, se a empresa tem restrições com relacionamentos amorosos, é importante que você converse com o seu superior e procure por uma solução que agrade ambas as partes.

 

3 – A ponte

Alguns colegas de trabalho não muito próximos podem querer se aproximar de você para fofocar sobre algum amigo. Por exemplo: se o seu amigo no escritório aparece com uma aliança no dedo, outras pessoas podem querer fofocar com você sobre isso. Se for uma curiosidade natural, não há problema algum em responder. Agora, se você perceber segundas intenções nas perguntas, pare a conversa na hora e peça para mudarem de assunto. Você não quer ficar conhecido como a pessoa que iniciou a fofoca, certo?

 

Anúncios

APLICATIVOS QUE TORNARÃO SUAS LEITURAS MAIS LEGAIS

28 nov

aplicativos-tornarao-suas-leituras-mais-legais-noticias1384800137040As notícias estão em todos os lugares: na televisão, na internet, nas redes sociais, nos jornais, etc. Entretanto, a leitura dos últimos acontecimentos do mundo pode ser algo chato e sem novidades. Se você quer mudar isso, veja 4 aplicativos que podem deixar o hábito de ler as notícias muito mais agradável e diferente:

1 – XKCD Substitutions

Essa extensão do Chrome substitui palavras formais em termos mais engraçados, como “new study” em “tumblr post”. Muito útil para notícias em inglês e quando você está lendo um texto muito chato.

 

2 – Rather

Se você simplesmente não agüenta mais ouvir falar sobre os últimos capítulos da novela, o aplicativo Rather pode ajudá-lo. Ao invés de ler sobre as novas notícias dos famosos, ele irá trocar certos termos por palavras aleatórias.

 

3 – Twivo

Não conseguiu assistir o último episódio de sua série favorita e está com medo de ver spoiler? O Twivo é uma extensão para o Chrome que silencia alguns termos pré-selecionar no Twitter. Então se você ainda não viu o final da novela, silencie qualquer postagem no microblog sobre o assunto.

 

4 – Magic Story Factory

O Magic Story Factory é um aplicativo que permite transformar as últimas notícias em histórias infantis. Ele disponibiliza desenhos e falas que fazem com que uma criança entenda a notícia. Que tal ler sobre a última crise no mundo antes do seu filho dormir?

ALIMENTOS QUE MELHORAM A SUA CONCENTRAÇÃO NO TRABALHO

28 nov

alimentos-que-melhoram-concentracao-trabalho-noticiaQuem nunca se sentiu sonolento e desconcertado no trabalho? Inevitavelmente, todos nós já passamos e com certeza ainda passaremos por essa situação muitas vezes. Porém, existem certos alimentos que podemos ingerir para melhorar o nosso desempenho – e, o melhor: eles não são artificiais, como energéticos. É claro que eles não são milagrosos, mas que podem fazer uma boa diferença… Ah, isso podem! Veja, a seguir, quatro alimentos para consumir quando você precisar de uma “ajudinha” pra ficar acordado.

 

– Chocolate amargo

Alguns compostos presentes no cacau, chamados flavonóides, conseguem aumentar o fluxo de sangue que vai para o cérebro, fazendo com que você se sinta mais acordado e, assim, melhorando a sua concentração. Uma ótima desculpa para deixar uns chocolatinhos em cima da mesa do escritório sem culpa, hein?!

 

– Frutas cítricas

Laranja, limão… Essas são frutas que nos despertam. Quando você se sentir sonolento, procure tomar um suco de frutas cítricas. Isso pode ajudar muito!

 

– Água

Estudos mostram que sem água, não só o corpo, mas também o cérebro, ficam desidratados, diminuindo sua capacidade de concentração e afetando negativamente a memória recente. Portanto, procure deixar uma garrafa d’água sempre a mão, na sua mesa.

 

– Café e chá

A cafeína ajuda, e muito, a aumentar a nossa capacidade de concentração e foco, melhorando, então, a nossa produtividade. Quando o sono estiver muito forte, compre um café puro, bem forte, ou um chá preto. Quem sabe isso não te ajuda a espantar a preguiça?

DICAS PARA ESCREVER SUAS EXPERIÊNCIAS NO CURRÍCULO

28 nov

dicas-para-escrever-suas-experiencias-no-curriculo-noticiaUm grande problema que muitos estudantes enfrentam quando estão entrando no mercado de trabalho é o currículo. Muitos não possuem experiências profissionais e, por isso, não sabem o que colocar. Se você está nessa situação, confira 4 dicas que irão ajudá-lo a escrever as experiências extracurriculares no currículo:

 

1 – Coloque as mais importantes primeiro

Você fez trabalho voluntário, estudou informática e inglês e viajou para fora. Essas são três ótimas experiências para se colocar no currículo, mas, na sua área, qual é a que mais iria atrair a atenção do recrutador? Dependendo da vaga em que você irá se candidatar, pense qual experiência será um diferencial e coloque-as em evidência.

 

2 – Seja claro e objetivo

Por mais incrível e longa que tenha sido a sua experiência durante o intercâmbio, é essencial que você seja objetivo. Diga o que você aprendeu, os acontecimentos mais importantes e, principalmente, como isso ajudou na sua formação. Se você estudou em alguma faculdade ou escola, diga qual é o nome e a duração do curso. Afinal, são esses dados que os recrutadores desejam saber.

 

3 – Seja seletivo

Mesmo que você tenha feito diversos cursos, viagens e trabalhos voluntários, é importante que você foque mais em qualidade do que em quantidade. Pode ser que um curso de apenas algumas semanas seja muito mais proveitoso do que um de anos, dependendo da vaga. É importante que você saiba quais aspectos irão fazer com que o seu currículo se destaque.
4 – Futuro

Mostre como todas as atividades extracurriculares ajudaram na sua formação e serão um diferencial na empresa. Explique as situações que você passou durante uma certa experiência e como isso será de bom proveito no ambiente de trabalho.

COMO USAR A INTERNET PARA APERFEIÇOAR UM IDIOMA

28 nov

como-usar-internet-para-aperfeicoar-idioma-noticiasNão é novidade que a internet pode ser uma ótima fonte de recursos, informação e aprendizado. Recorrendo aos diversos sites, blogs, e páginas de aulas online é possível encontrar qualquer conteúdo, desde cursos completos até materiais de consulta. Sabendo utilizar essas ferramentas da maneira correta, é possível aprimorar seus conhecimentos em novos idiomas. Veja como fazer isso:

 

1. Repetição de palavras

Muitos portais de educação oferecem vídeos e tutoriais de repetição de palavras. Além disso, você pode utilizar tradutores automáticos como o Google Tradutor para escutar a pronúncia da frase ou palavra que está tentando aprender. Ainda que não ofereça uma resposta exata, você sentirá mais facilidade em associar o som das palavras recorrendo a esse tipo de ferramenta.

 

2. Chat internacional

Se precisa aprender o idioma rapidamente, seja para uma viagem iminente ou para uma ligação em conferência, uma boa alternativa é entrar em salas internacionais de bate-papo e manter contato por áudio com pessoas do país com o qual você está prestes a se comunicar. Além de ajudar você a pronunciar as palavras de maneira correta, você ainda faz amizade com pessoas de todos os lugares do mundo.

 

 

3. Revisão de textos

Aproveite o relacionamento já estabelecido com as pessoas do bate-papo e peça que elas revisem e corrijam suas redações no idioma delas. Os conhecimentos de um nativo certamente serão úteis, além do fato de que eles poderão dar dicas valiosas para tornar sua redação mais natural.

 

 

4. Aplicativos grátis

Lembre-se de que existe uma série de aplicativos gratuitos voltados exclusivamente para o treinamento de novos idiomas. Eles podem ensinar você por meio de jogos e outras atividades lúdicas voltadas para o desenvolvimento do seu vocabulário, etc.

COMO NEGOCIAR UMA VAGA DE EMPREGO

28 nov

dicas-para-negociar-uma-vaga-de-emprego-noticiasPara quem está procurando emprego, essa é uma situação comum: a vaga se encaixa em seu perfil em diversos aspectos, mas um dos requisitos não atende as suas necessidades. E agora, o que fazer? Saiba que negociar a vaga pode ser uma boa saída para esse problema. Confira, a seguir, 5 dicas para negociar uma vaga de emprego:

1 – Prepare-se

É essencial que você se prepare para a negociação. Para isso, você deve saber exatamente o que quer, ter bons argumentos, prever o que o recrutador irá falar, etc. Crie vários cenários possíveis e crie discursos que façam você se sair bem em todos eles. Se precisar, treine com os seus amigos e familiares.

 

2 – Seja racional

Por mais nervoso que você esteja, jamais apele para o lado emocional. Seja objetivo, claro e racional em seus argumentos durante toda a negociação. Conte as suas realizações em empregos anteriores e compartilhe as suas experiências de forma racional.

 

3 – Convença

Ao invés de simplesmente falar que o salário oferecido é pouco para você, que tal convencer o recrutador disso? Prove como você é diferente dos outros candidatos e realmente pode trazer uma grande diferença para a empresa e, por isso, merece um salário ou posição melhor.

 

4 – Saiba suas necessidades

Antes de sequer pensar em negociar, você precisa saber quais são exatamente as suas necessidades. Salário maior? Horários flexíveis? Possibilidade de home office? Assim que você saber o que precisa ser negociado a partir da entrevista, seus argumentos serão muito mais consistentes.

 

5 – Saiba quando parar

Se você acha que está indo por um caminho ruim durante a negociação e a sua chance de conseguir o emprego está indo por água abaixo, pare. Diga que, caso não seja possível atender o seu pedido, você entende a situação. Porém, se for algo que você realmente não consiga lidar, agradeça pela atenção e pela oportunidade e passe para a próxima entrevista.

COISAS QUE VOCÊ NÃO DEVE TER VERGONHA DE PEDIR NO TRABALHO

28 nov

coisas-que-voce-nao-deve-ter-vergonha-pedir-no-trabalho-noticiasEmbora muitas pessoas tenham medo ou vergonha, existem alguns pedidos que devem sim ser feitos aos seus chefes, especialmente aqueles que implicarão num trabalho mais bem feito. Está na dúvida sobre o que pode ou não perguntar? Então confira se seu pedido está na lista a seguir.

1 – Um intervalo tranquilo

Você é constantemente abordado sobre trabalho mesmo durante o seu intervalo de descanso? Não tenha medo de falar que não gosta disso para o seu chefe. Explique, de forma educada, que você precisa dos seus intervalos para realmente se distrair, e que o seu rendimento nas horas seguintes depende disso. Caso você esteja insatisfeito com o horário e a duração, tente negociar de modo que os dois lados entrem num acordo.

 

2 – Chances de mostrar seu potencial

Se te incomoda nunca ser chamado para brainstorms, ou se você gostaria de opinar e dar ideias sobre futuros projetos, exponha isso. Mostre que você tem um potencial que deseja exibir e colocar a serviço da empresa.

 

3 – Feedback

Peça feedbacks das tarefas que você desempenha. Não é vergonha nenhuma fazer esse pedido – aliás, muito pelo contrário: você demonstrará que tem interesse em evoluir.

 

4 – Carta de recomendação

Não tenha vergonha de pedir uma carta de recomendação, mesmo que seja você quem está se demitindo. Apenas tome o cuidado de pedi-la a alguém que valorize e reconheça o seu trabalho. Peça de maneira educada, e diga que, caso seja impossível, você compreende a posição da empresa e agradece do mesmo jeito. Afinal, não é porque você está saindo da empresa que pode ser rude e deixar uma última impressão ruim, não é?

 

5 – Ajuste de rotina

Se você se sentir sobrecarregado, peça ao seu superior que reajuste a sua rotina de trabalho, de modo a colocar nela uma quantidade de tarefas que você consiga desempenhar. É muito melhor fazer isso do que terminar o dia sempre com trabalhos pendentes ou incompletos.

 

6 – Horários

Seu horário de trabalho não é conivente com a sua rotina do dia a dia? Tente adaptá-lo. Converse com o seu chefe – a maioria é, atualmente, bastante compreensível em relação a isso.

 

7 – Mais responsabilidade

Acha que pode fazer mais tarefas do que as desempenhadas atualmente? Então, não tenha medo: peça por mais responsabilidades! Seus chefes não acharão isso ruim, mas sim um indício de pró-atividade.

 

8 – Equipamentos adequados

Uma empresa só pode exigir bons resultados quando oferece equipamentos à altura para o cumprimento das tarefas. Assim, se o seu chefe reclamar que, por exemplo, a edição de uma planilha não ficou boa, quando na verdade é o programa que você utiliza para montá-la que está com problema, fale sobre isso e peça melhorias.

 

9 – Respeito

Ambientes de trabalho devem ser no mínimo, respeitosos. Caso isso não esteja acontecendo no seu, você tem sim o direito de querer ser tratado com educação. Quando a situação se passa com outros colegas, e o diálogo com eles não tiver sido o bastante, avise seu chefe. Muitas vezes pode ser que ele nem saiba o que está acontecendo.

 

10 – Comunicação

Um bom ambiente de trabalho depende também da comunicação entre a equipe. Se você acha que ela não está sendo realizada da melhor forma, tente mudá-la. Converse educadamente com todos e mostre maneiras de melhorá-la. Isso não será bom só pra você, mas para todos.